Era uma vez...

... Um Sapo Apaixonado


É sexta-feira, dia de.... fantoches.
Cá estão a Sofia e a Mena de novo com uma história.
- Que cheirinho é este? Será de perfume? Não. É de rosas? amores-perfeitos? erva fresca? Será que a Primavera veio mais cedo este ano?
- Nããããoooo, é o cheirinho do amor que está no ar...
- Do Amor? mas quem está apaixonado?
- É o Sapooo.
- Ah sim! e quem é a sapinha felizarda?
- Não sabemos...
- Ok, querem saber? então vamos lá ouvir a história.

... Há muito, muito tempo, quando os animais falavam, um Sapo...











...que andava sempre triste e muito aflito. Procurou o seu amigo, o porco mas este não sabia o que poderia ser nem o que o sapo podia fazer. O seu coração fazia tum-tum, tum-tum...




Foi depois ao seu amigo coelho que era muito inteligente, lia enciclopédias e quase, quase era um médico. Depois de muito ler disse-lhe que ele estava APAIXONADO.





PELA DONA PATA.
- O quê???... a dona pata??? mas... não devia ser uma sapinha? Têm a certeza que é pela dona pata?
- Siiimmmm, e ela é tão linda!!! tão amarelinha!!! Tão simpática também!!!
Mesmo sendo diferente dele, o seu amor era tão grande. Ele gostava tanto da sua patinha. Depois de tanta dor e medo de ser rejeitado, tantas tentativas, secretas, para lhe mostrar o seu amor... cartas... desenhos... flores... saltos em altura... a dona pata disse-lhe que também estava apaixonada. Será possível? Ela também gosta de mim?

Sim, a dona pata e o senhor sapo conseguiram encarar as suas diferenças e ser felizes para sempre.




Vitória, Vitória, acabou a história.

- Foi bonita a história, não foi? Afinal, mesmo diferentes podemos gostar uns dos outros como iguais.

Para a semana qual será a história???....

Vem cá ver ao nosso cantinho ou aparece na Ludoteca da Galiza. Tu vais gostar de brincar connosco.

Comentários

II GP Galiza Corrida de Rolamentos

Tambóra Percussão O Filme