Quem foi Madre Mazzarello?

No dia 9 de Maio as Filhas de Maria Auxiliadora celebram o Dia de Madre Mazzarello.
E afinal quem foi Madre Mazzarello? Até hoje, na ludoteca, ainda não se tinha celebrado este dia com as crianças, jovens e adultos que frequentam a ludoteca, por isso era importante responder a esta questão perante todos, dar-lhes a base que num futuro servirá para realizar outras actividades que os envolvam de uma forma mais activa. Neste ano a nossa prioridade foi apresentar a todas as faixas etárias quem foi Madre Mazzarello.

Nos três dias anteriores à festa pedimos a algumas crianças que pintassem alguns cartazes, que os monitores elaboraram, com a história de Maria Domingas Mazzarello. Este primeiro contacto com a vida de Madre Mazzarello foi afixado nas janelas da ludoteca para o exterior, criando um percurso que qualquer pessoa pode fazer em redor da ludoteca e ao longo do qual vai ficando a conhecer a vida de Maria Domingas.

Para o dia 9 de Maio preparámos uma festa ao fim da tarde para a qual convidámos todas as pessoas que frequentam o Centro Social Nossa Senhora de Fátima. Esta festa começou com uma pequena apresentação teatral por parte das monitoras da ludoteca, ajudadas por algumas crianças, pela Irmã Teresa (o nosso fantástico D. Bosco) e pela Irmã Maria de Jesus (uma preciosa ajuda na pesquisa e na elaboração do texto).

De seguida, todos juntos cantámos os parabéns a Maria Domingas Mazzarello, comemos bolo e sumo e recebemos uma prenda.

Para a segunda metade da festa foram preparados 4 jogos tradicionais de grupo que as crianças não conheciam e que puderam experimentar em 4 grupos de cerca de 12 crianças cada, num total de 48 crianças envolvidas. Jogou-se à Roda de Gesto, ao Barra Manteiga, à Linda Falua e ao Macaquinho do Chinês ou Mamã dá Licença. Todas as crianças se envolveram muito nos jogos, tendo-se conseguido um ambiente sem conflitos, calmo mas bastante divertido.
Nesta fase algumas mães e idosas ficaram em convivio a assistir aos jogos e quem quis foi-se embora. No final do dia cada um ainda levou mais uma lembrança bem doce deste dia.

Sentar todos os que quiseram estar presentes, idosos, crianças, jovens, mães, irmãs e funcionários do centro foi a primeira aventura, mas felizmente que já todos se habituaram a chegarem-se bem pertinho uns dos outros para caber mais um. Mesmo assim ainda houve quem tivesse de ficar de pé!

O segundo desafio foi ultrapassar o nervosismo de artista em dia de estreia!

D. Bosco e os seus meninos.

As 4 artistas da peça de teatro nos seus trajes iniciais de camponesas.


E a narradora.



E depois de todos prontos pudemos finalmente começar. "Sabem de onde vieram as irmãs salesianas?" perguntou a narradora ao publico.



E a peça de teatro terminou com as "Filhas de Maria Auxiliadora" a ensinarem uma musica a todos os presentes:

Um girassol florido no jardim procura a luz do sol, sorriu para mim.

Eu também sou um pequeno girassol florido no jardim, procuro a luz de Deus e sou feliz assim.

Comentários

Lene disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.