Google+ Badge

26 fevereiro 2010

À volta com os tachos

Ca estamos nós mais uma vez numa aula de culinária. Desta vez, foi muito especial. Querem saber porquê?

Porque tivemos uma convidada especial. A D. Maria do Céu, a mãe do Pablo. Vei ensinar-nos a fazer uma "Tortilha à Espanhola"

O meu pessoal aguarda impaciente pelo começo desta receita. O problema é a falta de azeite. Tivemos de mandar ir buscar ao supermercado porque a Mena se esqueceu de comprar. Ai, ai, ai, a velhice.

Começamos por descascar as batatas e a cortar em lascas. Descascar as cebolas e cortar em cubos.

Põem-se as batatas a fritar e por fim juntam-se as cebolas.

-Ah, mas eu não gosto de cebolas
- Pois mas depois de estarem cozinhadas não são amargas, são até doces. Vais ver que vais gostar.

Enquanto os assistentes, concentradíssimos e muito empenhados, batiam os ovos misturados com uma pitada de sal, D. Céu untava uma frigideira grande.

Pode-se misturar agora salsichas ou fiambre ou atum se gostar. Nós ficámos pela carninha.Deita-se a mistura para a frigideira e vai-se agitando para não se agarrar ao fundo.

Vira-se a tortilha as vezes que sejam necessárias até a tortilha ficar bem lourinha e cozida.

Agora, ao ataque meus piratas...















Aquilo é que foi comer.
- posso comer mais uma fatia?
- Então, não eras tu que não gostavas de cebola?
- Era, mas as cebolas são doces...
- Pois são e também são muito nutritivas.
OBRIGADA D. Maria do Céu, foi mesmo fantástico tê-la cá connosco a cozinhar e esperamos que venha mais vezes.
Até para a semana.

Sem comentários :